Origem do twerk e como balançar nossa bunda incomoda.

por em Inspiração

Nosso corpo é político. E mexer nossa bunda porque a gente quer, incomoda. Incomodemos, pois.

É quase como se não devêssemos nos comportar assim, não é coisa de > mulher decente <. O twerk e outras “booty dance” além de serem armas poderosas – e prazerosas- para trabalhar a autoestima enquanto movimentamos muito nossas bundas e quadris, também são uma maneira de resignificar a nossa sexualidade e de valorizar rituais da cultura negra.

O Twerk é um movimento encontrado em diversas danças e tem muita semelhança com a dança Mapouka da Costa do Marfim. Mas a palavra twerk tal como é, foi inventada pelos criadores da Bounce Music, em New Orleans, Estados Unidos. O Dj Jubilee utilizou a palavra pela primeira vez em 1993 na música “Do The Jubilee All”, há mais de 25 anos. (Ouça nos 30 segundos.)

Como disse a Professora de Dança Kim Jordans, o twerk é, na verdade, um movimento do Booty Dance, que reúne as milhares de possibilidades do que podemos fazer com a bunda e com os quadris. Porém, a palavra twerk ficou tão famosa que acabou quase por inverter o conceito. Mas o que realmente importa é que a dança tem sido, cada vez mais, uma maneira de não nos calar – ainda sem dizer uma palavra-, e de não aceitar a repressão da nossa sexualidade.

 Nossos corpos não estão à disposição do prazer do outro, movemos a bunda, senão, pelo nosso próprio prazer.

Um pequeno doc de 5 minutinhos sobre o Twerk:

Dois grupos que estão chamando atenção para o tema é o BDNT e o Twerk das Minas. Ambos, através da dança, reúnem as mulheres para promover autoestima, integração e discussões.

BDNT – Página no Face

O BDNT (Bunda Dura Não Treme), foi criado pela Jade Quoi de apenas 22 anos, que além de liderar o grupo, é psicóloga, e por isso, além de ensinar coreografias, aborda diversos temas entre as meninas do grupo.

sam1
foto: Sarah Rolim.

14947627_2137414049817677_5765333839162055547_nTWERK DAS MINAS > Página no Face

O Twerk Das Minas surgiu de forma despretensiosa no conjunto residencial da USP. Em entrevista para a Vice, uma das fundadoras, Ane Sarinara, disse: “A gente estava literalmente fazendo faxina quando a ideia surgiu. Começou a tocar “Work” da Rihanna e começamos a dançar. Uma foi mostrando o passo para a outra e foi aí que tivemos a ideia de juntar as amigas pra uma ir ensinando a outra”. O evento que esperava umas 15 pessoas, teve 600 confirmadas online. Mais sobre elas aqui.

Foto: Laura Viana
Foto: Laura Viana
Foto: Laura Viana
Foto: Laura Viana
Foto: Laura Viana
Foto: Laura Viana

E vamos chacoalhar a bunda, o corpo, os preconceitos e os traumas.

Retirada da página Twerk das Minas
Retirada da página Twerk das Minas

Mais informações sobre o tema aqui, ali. E ainda “Twerk- booty-dancing a white privilege?

amor 2017.

amor 2017.

por em Geral

A gente posta sobre as dores, aprendizados e desejos. Mas, às vezes, falamos pouco das relações amorosas, é quase um tabu. É se expor demais. Será? Xico Sá não acha, eu também não. Se a gente escreve sobre a vida, há que escrever sobre amor. Então, provarei pra ver como é. Conto uma história íntima, […]

Abra as mensagens.

Abra as mensagens.

por em Geral

Bruna querida, no nos encontramos en la vida solo para compartir caramelos. Imagine que tú viaje no siempre es placentero y que puede haber momentos complicados. Así son todos los Viajes, especialmente cuando son hacia nosotras mismas. Sé que sea cual sea la vivencia de los próximos meses, al final podrás sacar conclusiones valiosas. Yo […]

App Acapella: para quem gosta de cantar e fazer música.

App Acapella: para quem gosta de cantar e fazer música.

por em Geral

Uma dica rapidinha para quem adora cantar sozinho em casa: o App Acapella. Nele, você consegue gravar sua voz e diferentes sons e montar uma música inteira sozinho! O app é super simples: ele permite que você grave vários vídeos em um só, fazendo com que a sincronização seja muito mais rápida e acessível. Outra […]

encontros.

encontros.

por em Geral

Bruna, querida Inevitável dizer: ontem fui dormir com um nó na garganta. Acordei ainda com ele, deve ser esses dias de tudo parado entre uma data importante e outra (e não deveriam ser todas as datas importantes?), deve ser o calor incômodo (e às vezes não é o frio?), deve ser as muitas merdas acontecendo […]

a melhor crise da minha vida.

a melhor crise da minha vida.

por em Geral, Textos

Há alguns meses eu literalmente acordei e pensei – chega. Depois de quase 10 anos trabalhando com carteira registrada e tocando um projeto meu que parecia um sonho. Eu estava feliz. Mas algo precisava mudar. Senti uma urgência de vida. Senti que tudo que eu estava planejando há muito tempo poderia não acontecer. Eu deveria […]

Airbnb revela 17 bairros no mundo que serão tendência entre os viajantes.

Airbnb revela 17 bairros no mundo que serão tendência entre os viajantes.

por em Viagem

 O bairro dos teatros em Seul, uma ilha gastronômica no movimentado centro de Kuala Lumpur e um retiro residencial de artistas em Minneapolis: essas são algumas das vizinhanças de maior crescimento do Airbnb no mundo. Uma verdadeira mistura eclética de locais emergentes, essas regiões devem chamar a atenção dos turistas em 2017. A lista foi realizada […]

Não nasci pra selfie.

Não nasci pra selfie.

por em Geral, Textos

me olhei no espelho de casa e gostei do que vi. tirei o celular do bolso, liguei a câmera frontal. click. click. click. click. click. click. click. click. a foto ficou ruim. click. click. click. click. click. click. click. click. talvez eu seja meio feia. click. click. click. click. click. click. click. click. vamos tentar […]

Trabalhar no Jalapão é colecionar histórias

Trabalhar no Jalapão é colecionar histórias

por em Geral

Faz seis anos que cheguei nesse pedaço de Brasil: tão diferente de mim, mas tão parecido. Afinal, sou metade sertão. Me propus a viver os extremos, nesse vai e vem entre São Paulo e Jalapão. Aprendi com o Cerrado e, principalmente, com as pessoas que vivem dele. Dessa rica coleção de histórias, tem a de […]