o corpo fala antes do coração.

por em Geral, Textos

tenho a impressão de que meu corpo é meu melhor aliado na hora de definir percepções. ao menos, muitas vezes, consigo percebê-lo mais rápido do que em relação aos meus sentimentos. o corpo não esconde, mesmo quando a mente insiste.

as sensações são claras. já os pensamentos se confundem. a mente tenta ser dominada, e o corpo resiste.

existem pessoas com quem eu não me sinto confortável em tocar, abraçar, ainda que a companhia seja agradável. em compensação, em instantes pode me dar vontade de estar de braço enganchado ou de mexer no cabelo alheio.

um beijo que não se conecta, não deve ser levado adiante. quando o corpo rejeita, é um sinal. o mundo sensorial manda recados mais fáceis de escutar do que o coração teimoso.

então me lembrei de um parágrafo de um livro do Alain de Botton, que diz assim:

“Em um mundo em que falsos entusiasmos são frequentes, em que é muitas vezes difícil dizer se as pessoas estão nos dizendo a verdade ou se estão sendo delicadas apenas por educação, a vagina molhada e o pênis rígido funcionam como agente inequívocos de sinceridade.”

324795_285700764822235_323235771_o
Alexandra Lazutina
10275494_799270840084089_5002298633219989254_o
Alexandra Lazutina
2b0c1bbe-82e7-4156-9283-a8d5d7fee092
Alexandra Lazutina

Comentar via Facebook

Comentar via Blog

1 comentário

  1. stephanie

    0.o a mais pura verdade!

    Responder