texto

Projeto RONDA em Lisboa.

por em Inspiração, Textos

O projeto RONDA coloca arte onde você encontra álcool e comida. Sabe aqueles papéis tipo “Mc Donalds” que vão embaixo do prato? Pois bem, a ideia é fazer imprimir jogos americanos em risografia com fotografias, desenhos e textos e colocar em circulação em bares e restaurantes em Lisboa.

Afinal, nada mais gostoso que entrar em contato com a arte em um momentinho qualquer, que deixa de ser um momento qualquer. Com alegria, meu texto está participando na edição RONDA deste mês, realizada pela 1359.

<< dois cafezinhos >>

dessa vez, se prometeu não cuspir no prato que
iria comer.
ainda que já experimentara o sabor de um
encontro que não se dá.
ainda que não soubesse quanto iria lhe custar e
se causaria dissabores ou um próximo dia indigesto.
engoliu seco e fez o pedido.
já havia frequentado o mesmo lugar há algum tempo
mas, nesta noite, não olhou o preço, como sempre o fazia.
confiou cegamente no que o menu dizia.
fez o pedido.
era um prato a ser saboreado com calma.
fez o pedido.
e esperou que a intensa produção de saliva e a passada involuntária
da língua entre os lábios fossem um sinal corporal de aprovação.
ficou pro café.


10377250_868461206520676_2191904798888848886_n 10616208_868461133187350_7493607003557373961_n 10696258_868461036520693_3189526498612927274_nE quem tiver em Lisboa, passa lá na 1359, olha que graça esse espaço:

10360614_826385200728277_6558128283237506866_n

ps: que bom que é conhecer tanta gente talentosa. faz bem. Agradeço ao Teo Pitella pelo convite.

Profundo – participação na Revista Quincas

Profundo – participação na Revista Quincas

por em Geral

Fui convidada para participar da 3ª edição da Revista Quincas, com o tema Cicatriz.  A revista está cheia de colaborações bacanas, dá uma olhadinha. Nem sempre eu gosto do que eu posto, já que este blog é um exercício. Mas, esse texto ganhou um significado especial para mim. 🙂 <<>>PROFUNDO<<>> *Baseado em fatos reais. decidimos […]

desculpas sem fim.

desculpas sem fim.

por em Geral, Inspiração, Textos

desculpa, eu falo de boca cheia. desculpa, a comida ficou meio ruim. não é desculpa, só vi sua ligação agora. sem desculpas, me atrasei. não vá embora. desculpa, peço muitas desculpas de mim. é puro medo de você não gostar de mim assim. fim. ps: mini-conto-da-vida. desculpa, já postei esse texto no face, mas se […]

Para Cleo, com amor.

Para Cleo, com amor.

por em Inspiração

A primeira vez que seus olhos cruzaram com o meu, eu me lembro. Me lembro também, que tentei por muitos e muitos dias tentar decifrar o que eles queriam dizer. Na verdade, foram meses. Até que chegou o momento em que eu já conseguia entender que, às vezes, tudo o que você desejava era o […]