visto

Como tirar o visto de residência/estudante para Portugal?

por em Geral

Quando comecei a pesquisar sobre como fazer Mestrado em Portugal, descobri que o visto que eu deveria tirar era de Residência, e não de Estudante, afinal, o curso dura 2 anos, e o visto de estudante é para estudos de até um ano. Até aí, tudo bem, mas aí veio o problema: a resposta da Universidade sairia 15 de julho, até eu ter a carta de aceite da Universidade e enviar tudo para o Consulado de São Paulo seria lá pelo dia 20 de julho, com sorte, eles me responderiam lá por 20 de agosto e não daria tempo de eu ir para o começo das aulas 12 de setembro, considerando que esse visto pode demorar um tempo.

O que senti? Pânico. O que fiz? Pesquisa no Google. O que aconteceu? Pânico. Afinal, todos os lugares diziam que eu deveria enviar a carta de aceite junto com toda a documentação para o Consulado, porém, liguei lá duas vezes e descobri que eu poderia adiantar o processo enviando toda a documentação, e depois levar apenas a carta no dia da entrevista. Ufa.

Então, vamos lá, passo a passo: – Não é complicado, fiquem tranquilos. Basta um pouco de paciência e capricho nessa pastinha.

6448540295_6c184c0d0d_o

1- Declaração do próprio – O que escrever? Algo como Eu, [nome], tenho tantos anos, me formei em tal Universidade e agora estou me candidatando ao Mestrado XXXX, na Universidade XXXXXX. O curso dura de (dia, mês, ano), até (dia, mês, ano). (Depois, expliquei que o resultado sairia apenas em julho, e por isso, conforme orientada pelo Consulado, estava dando entrada nos papéis todos e que no dia da entrevista levaria a carta de aceite.) Em relação à alojamento, reservei o lugar xxxxx, por tantos dias, até que eu encontre um lugar definitivo para arrendamento. (Aqui, coloquei o endereço do local e o contato do dono). Além disso, coloquei também o nome e telefone de um colega português, caso eles precisassem de alguma referência. Atenciosamente, [Sua assinatura]

Importante: Você pode reservar algum lugar pelo Airbnb, por exemplo, com cancelamento flexível. Dessa forma, se você precisar alterar sua ida, não tem problema. O Booking.com também tem a mesma possibilidade.

2. Comprovativo dos meios de subsistência –  Você deve enviar a cópia do último imposto de renda da pessoa que será responsável por te ajudar financeiramente durante este tempo. Por mais que eu mesma seja quem vai custear meus estudos, coloquei minha mãe como responsável, porque eu sou autônoma/freelancer e ficaria complicado comprovar este tipo de coisa. Fizemos também uma cartinha em que minha mãe colocou algo como “Me chamo [nome], portadora do RG [número do RG], mãe da Bruna xxxxx, portadora do passaporte xxxxx, e me comprometo a enviar 800 euros mensais para ela durante o período do Mestrado, além de qualquer quantia extra em caso de necessidade.” Pedi para ela assinar e por segurança autentiquei no cartório.

3. Alojamento: Imprimi a reserva no Airbnb e a cópia do anúncio do local escolhido

4. Seguro médico internacional de viagem: Você pode contratar um seguro privado pelo tempo em que estará em Portugal ou o PB4, que é uma opção gratuita graças ao convênio que o nosso país tem com Portugal.

Foi muito fácil mesmo conseguir o PB4. Me dirigi até o Ministério da Saúde em São Paulo, e levei cópia autenticada do RG, CPF,  passaporte e comprovante de residência. Levou tipo 5 minutos, me atenderam muito bem e pediram para eu voltar dali uns 5 dias e meu papel estaria pronto. E foi simples assim. Mais informações aqui.

5. Atestado de antecedentes criminais: O atestado de antecedentes criminais brasileiro a ser apresentado é o emitido pelo site da Polícia Federal do Brasil.  Para obtê-lo, clique aqui;

6. Fotografias: Duas fotografias 3×4 coloridas e recentes.

7. Passaporte: – Preste atenção se o seu passaporte tem validade até o final do seu curso. O meu não tinha, por isso, a PRIMEIRA coisa que fiz antes de todos os itens acima foi agendar meu novo passaporte na Polícia Federal. Em Campinas era onde tinha vaga mais rápido e o atendimento é perfeito, por isso, acabei fazendo lá.

  • Cópia autenticada do passaporte (somente páginas de identificação e das folhas usadas);
  • O passaporte deve ter validade superior a 3 (três) meses, finda a validade do visto.
  • Não envie ainda o passaporte original. Entregue-o ao funcionário somente quando for convocado.

8. Autorização SEF:Autorização destinada ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras para consulta ao registo criminal português do requerente, exceto para menores de 16 anos (clique aqui para obter o modelo);

9. Declaração de ciência do fato de não dever viajar a Portugal sem o devido visto (clique aqui para obter o modelo);

10. Declaração do requerente concordando em receber o passaporte pelo correio em sua residência (clique aqui para obtê-laOU, se desejar retirar o visto nos Vice-Consulados de Curitiba ou Porto Alegre, deve preencher a respectiva solicitação (clique aqui para obtê-la);

11. Cópia autenticada da carteira de identidade

12. Envelope de sedex de plástico,  com os dados do requerente no destinatário – Ou seja, você vai enviar um envelope extra na hora que for enviar todos os documentos, e este envelope já deverá estar preenchido com o seu endereço, porque é lá que você vai receber seu passaporte com o visto depois. – ATENÇÃO, coloque um endereço que tenha porteiro, senão você vai morrer do coração de correr o risco de tentarem entregar seu passaporte com o visto e não ter ninguém em casa para atender a porta

13. Cópia do boleto bancário pago.

Se casado(a), deve enviar cópia autenticada da certidão de casamento. Se tiver filhos, deve enviar cópias autenticadas das certidões de nascimento.

Quando reunir todos os documentos acima:

14.  Formulário de Pedido de Visto  (clique aqui)Deve preenchê-lo integralmente. Após submeter o pedido, receberá o formulário preenchido, que deverá imprimir, assinar, colar sua fotografia, juntar aos demais documentos acima e enviar via correio para o Consulado.
Atenção: no item 25 (duração da estadia), preencha 90 (dias) do contrário, gerará um erro no formulário. O prazo correto será corrigido no processamento do pedido.

15. Requerimento integralmente preenchido – Cadastre-se aqui.

Emita o boleto e pague-o em 5 dias.

Consulte valores do visto aqui.

Meus prazos foram esses abaixo: me cadastrei no site dia 14 de junho, paguei o boleto dia 15 de junho e meus documentos chegaram no Consulado dia 23 de junho. Praticamente 15 dias depois eu já poderia agendar para ir ao Consulado com a carta de aceite. Minha entrevista eu agendei para 20 de julho, e dia 07 de agosto recebi meu passaporte com o Visto. 🙂

Captura de Tela 2017-08-10 às 18

Algumas dicas práticas:

Faça uma declaração no cartório de plenos poderes para alguém de sua confiança, que vai poder assinar documentos por você e resolver coisas burocráticas quando você não estiver aqui.

Como já tive milhões de problemas com o Itaú, preferi incluir minha mãe na minha conta, assim, se eu bloquear minha senha online ou perder um cartão, ela pode resolver isso para mim do Brasil.

Espero ter ajudado de alguma forma. 🙂